Pastorais

Nesse ano de 2013, pense onde e como você pode servir melhor ao Senhor na Sua Igreja:

Deixe seu contato na Secretaria Paroquial: 3231 7382, no Plantão de cada Santa Missa, ou entre diretamente conosco através do FALE CONOSCO, (clique aqui)

 

A AÇÃO PASTORAL NA PARÓQUIA: COMUNIDADE DE COMUNIDADES.

A ação pastoral da Igreja deseja contar especialmente com os católicos praticantes, inseridos nas mais variadas comunidades, pastorais e movimentos, incentivando-os  às atividades da vida comunitária, n o que se refere à vida pessoal e à celebração da vida litúrgica. Este trabalho deve ser uma mola propulsora da ação missionária da Igreja em relação aos que não conhecem a proposta do Evangelho ou que não praticam a fé, apesar de conhecê-la. Eis as pastorais e seus objetivos:

Pastoral Urbana: Tem como objetivo regressar aos edifícios, às casas das cidades e aí formar a Igreja Doméstica.  Sair do Templo e ir às residências para formar verdadeiras comunidades.

Pastoral do Acolhimento: Tem como objetivo acolher as pessoas como Cristo nos acolheu. Receber bem, acompanhar, visitar, ouvir. Aconselhar e também acolher as pessoas nas celebrações (será uma consequência natural que haja várias Equipes de Acolhidas, uma para cada Celebração, formando, juntas a Pastoral do Acolhimento da Paróquia).

Pastoral da Catequese (Dimensão Bíblico-catequética/ Iniciação Cristã: Batismo, Crisma e Eucaristia): A palavra Catequese se origina do verbo grego katechein, que siginifica ensinar, educar. Catequese é uma palavra composta de “kata” = contra e “échésis” = ruído; sendo a “kcatéchésis” a ação de proclamar, de anunciar. Catequese é a ação de educar e de instruir os crentes depois da sua conversão; primeira função da Igreja, depois do anúncio da fé.
O Diretório Geral para a Catequese diz: A ação evangelizadora da Igreja se organiza em três etapas essenciais: a ação missionária que faz o primeiro anúncio; a ação catequética que realiza a iniciação e o aprofundamento da fé; e a ação pastoral que cultiva a fé dos cristãos já mais amadurecidos na fé e que querem fazer uma caminhada como Igreja, no seio da comunidade cristã ( DGC, nº 49).

Pastoral do Batismo: Através de uma catequese acerca da vivência da fé, procura cuidar da preparação dos pais e padrinhos, ao verdadeiro sentido de batizar.

Pastoral do Dízimo: Espelhada nas primeiras comunidades cristãs, procura conscientizar as comunidades de hoje acerca da solidariedade e da partilha fraterna, ajudando-as no que concerne ao sustento da comunidade eclesial.

Pastoral Vocacional: Tem como fim motivar a comunidade eclesial, para que cada pessoa descubra a missão ao qual é chamada, a partir da vocação fundamental à Santidade.

Setor Juventude: seu desígnio é despertar nos jovens o gosto pela Fé nesta fase da vida, momento em que estes são chamados às grandes  decisões, fazendo com que o jovem evangelize o jovem, além de desenvolver a consciência crítica frente aos acontecimentos sociais, políticos e econômicos, despertando-os à vivência da Fé e à construção de uma autentica cidadania.

Pastoral Familiar: A Família é a referência fundamental de toda a pessoa. Esta ação pastoral visa à busca dos valores do Evangelho, para que a família, inserida em um contexto que hoje é hostil, possa testemunhar a fé em Cristo e o respeito à vida.

Pastoral Universitária: Em fase de implantação, quer ser um movimento criado pelos universitários, para que, à Luz do Evangelho, busquem refletir a vida do universitário, dentro e fora do ambiente acadêmico.

Pastoral Litúrgica: Procura aprofundar o Mistério Pascal de Cristo, para que a vida celebrativa da Comunidade eclesial tenha um forte vínculo com a vivência da fé, testemunhada e provada, em meio aos desafios, anseios, alegrias e esperanças de nossa gente. Inclui as equipes de Canto Litúrgico.

Pastoral da Criança: Tem por objetivo o acompanhamento das crianças, desde o ventre materno até os seis anos de idade, desenvolvendo as ações básicas de saúde, vigilância nutricional e educação. Trabalha na capacitação de líderes e coordenadores, conforme o guia do líder.

Pastoral do Menor: Proporciona, à luz do Evangelho, às crianças e aos adolescentes carentes, em situação de risco, uma melhor qualidade de vida, através do acompanhamento em abrigos, centros comunitários, locais de recuperação, além dos meninos e meninas de rua.

Pastoral da Saúde: Apoio material e espiritual aos doentes, através de visitas regulares, nos hospitais, asilos e postos de saúde.

Pastoral Carcerária: Procura ser presença de Cristo e de sua Igreja no mundo dos cárceres, pautada nos valores evangélicos da fraternidade, da misericórdia, justiça, defesa e promoção à vida de todos.

Pastoral da Mulher Marginalizada: Propõe-se a ser presença solidária junto às mulheres e meninas prostituídas; nas boates, nas regiões de riscos, nas ruas, ouvindo os seus clamores e tentando resgatar-lhes a dignidade.

Pastoral das Domésticas: Despertar e orientar o trabalhador do lar sobre as suas potencialidades pessoais e profissionais, dentro do contexto em que estão inseridos.

Pastoral da Comunicação: A comunicação social tem por objetivo animar e articular a comunicação na Igreja, com os meios e os processos de comunicação, tendo presente a cultura e as linguagens geradas pela revolução das novas tecnologias que constituem o novo areópago para anúncio do Reino de Deus, na integração da comunidade paroquial e com a Igreja Arquidiocesana. Há muito material de formação disponível!

Pastoral das lavadeiras: Evangelizar e resgatar a cidadania desta classe trabalhadora, através de encontros formativos e de cursos profissionalizantes, aperfeiçoando-as no conhecimento do seu ofício.

Pastoral da Pessoa Idosa: Conduz as pessoas da terceira idade ao sentido humano e digno desta fase da vida, mostrando-lhes o que podem desenvolver, através de seus dons artríticos, culturais e religiosos.

Pastoral da Sobriedade: Procura, a partir do Evangelho, dar sentido à vida daqueles que entraram na dependência química, acolhendo-os e encaminhando-os às casas de recuperação, além de acompanhar seus familiares no que tange à educação, para a nãoreincidência.

Pastoral da Cidadania: A partir da vivência do Evangelho, procura conscientizar pessoas e Comunidades acerca do papel social (a que todos são chamados) a ser desempenhado em prol dos marginalizados e excluídos, dando-lhes condições de inclusão, além de lutar contra toda forma de exclusão, chamando a atenção para os direitos e deveres dos cidadãos.

Cáritas: É um organismo internacional, nacional, diocesano que pretende incentivar a justiça e a solidariedade entre as pessoas das diversas comunidades em que atua. Em nossa Arquidiocese, este organismo está presente por meio da Solidariedade e Esperança (PSE/AIDAS) e Convivência com o semiárido.

(cf. Plano de Pastoral da Arquidiocese de Aracaju 2012-2015, pp.17-19/e www.cnbb.org.br).

 

Pastoriais de 2012: